EPIFITISMO VASCULAR EM DUAS ÁREAS DO PARQUE NATURAL MUNICIPAL CURIÓ (PNMC), PARACAMBI, RIO DE JANEIRO.

Tereza Aparecida Ferreira Dornelas, Daniel Vazquez Figueiredo, André Felippe Nunes Freitas

Resumo


O estudo tem por objetivo apresentar a diversidade de epífitas vasculares e suas  categorias ecológicas, em duas áreas com diferentes cotas altimétricas do Parque Natural Municipal do Curió (PNMC), situado no município de Paracambi, RJ.Sendo foram amostradas 22 árvores, 15 na parcela I (P I) e sete na parcela II (P II). A presença de epífitas foi observada em 72,7 % das árvores. A taxa de colonização das epífitas foi maior em P II (85,7) do que em P I (66,7). A riqueza total correspondeu a dez espécies, pertencentes a quatro famílias botânicas. P I apresentou maior riqueza (S = 9) quando comparada a P II (S = 5). A família mais rica foi Bromeliaceae, porém Tillandsia tricholepis e Tillandsia usneoides foram restritas à P I. Portanto, as diferentes faixas altimétricas não influenciaram na composição da comunidade epifítica. A baixa riqueza de epífitas e a presença de espécies em condição de pioneirismo podem indicar o efeito de impactos antrópicos nas áreas estudadas. O manejo e atividades de restauração certamente terão efeito positivo sobre tais áreas por estarem inseridas em uma unidade de conservação de proteção integral, o PNMC.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Edu. Tec.